Óleos da Apepi 

A Apepi produz três tipos de óleos que em breve serão substituídos pelos óleos produzidos em nossa Fazenda, pelo Projeto 10 mil plantas.  Nossos óleos são feitos de forma artesanal e orgânicos. Por isso, estamos investindo em um laboratório cada vez melhor para aumentar a qualidade e o padrão de nossos óleos.

A Apepi fez uma parceria com a UNICAMP para a dosagem e análise dos óleos, porém a Instituição está fechada desde o início da pandemia. Esperamos poder dosá-los, os lotes em breve.

Os óleos são exclusivos para associados e são fornecidos somente com receita médica

Temos, atualmente, três tipos de óleos:

  • Harle Tsu – Planta já testada de 22 de CBD para 1 de THC (22:1), essa planta é quase uma lenda, uma das primeiras plantas de CBD no Brasil, tem tido resultados excelentes em diversas patologias;
  • High CBD – Mistura de plantas ricas em CBD (será descontinuado);
  • DOCTOR – a cepa Doctor Seedsman tem cerca de 30:1(CBD:THC), e eh uma aposta que estamos fazendo pela quantidade de CBD e a adaptação ao clima de nossa fazenda.
  •  

Balanceados (com CBD e THC equilibrados)

  • Mix CBD – Mistura de  de plantas que tenham CBD e THC (será descontinuado);
  • Schanti – Antiga SCH, uma cepa muito boa para ansiedade, com resultado excelentes em diversas patologias e na melhora de qualidade de vida de diversas pessoas;
  • Solar –  Planta equilibrada, com mais CBD do que THC;
  • CWW– Vêm da cepa Candida White Widow.
  •  
Alto teor de THC
  • MIX THC  –Mistura de várias plantas de THC.
  • White Widow – é uma cepa clássica no mundo da cannabis;
  • MIX THC  –Mistura de várias plantas de THC (será descontinuado);
  • Purple Wreck– Muito conhecida como PW, é uma planta leve com cerca de 16% de THC.

SITUAÇÃO JURÍDICA DA APEPI

Desde o início de 2018 a Apepi resolveu iniciar o fornecimento de óleos artesanais para seus Associados (que tenham prescrição médica para produtos da Apepi). A Associação sempre teve uma atuação política de resistência à lei 11.343, chamamos isso de desobediência civil, entendemos que a produção e o fornecimento, pela Associação, de remédios a base de cannabis para pacientes que necessitam é uma ação pelo direito constitucional à saúde e à vida.

Com base nisso ingressamos na 4a. Vara Federal do RJ com uma para que seja concedido judicialmente nosso direito de fornecimento de remédios a base de Cannabis para nossos Associados. Estamos ampliando cada vez mais o acesso, saiba mais acessando o site do Projeto 10 Mil Plantas e participe desse marco histórico, clique aqui e assine nossa petição.

Para saber mais entre em contato com nosso acolhimento por mensagem via WhatsApp (21) 99117-2625.